MENACHEM BEGIN (1914-1992)

    Menachem Begin nasceu em Brest-Litovsk, Rússia, em 1914. Quando criança, foi forçado a fugir com sua família para escapar da luta entre os exércitos Russo e Alemão, durante a 1ª Guerra Mundial.

    Sionista apaixonado desde pequeno, juntou-se ao Betar de Jabotinsky em sua adolescência, subindo rapidamente para cargos importantes de administração e liderança.

    Em 1936, Begin era responsável pelo Betar da Tchecoslováquia e tornou-se chefe do Betar da Polônia em 1938, movimento com 100.000 membros que se engajavam em treinamento militar para defender o judaísmo na Polônia, preparação e transporte de imigrantes ilegais para Israel, treinamento agrícola e comunicações.

    Em 1940, Menachem foi preso num campo de trabalho pelo serviço secreto de Stalin. Depois que os nazistas invadiram a União Soviética, em 1941, e, por causa de sua cidadania polonesa, foi liberto e juntou-se ao Exército Polonês Livre, que, em 1943, foi à Palestina Britânica para adquirir treinamento.

    Contatando o Irgun Zvai Leumi, organização judaica clandestina que lutava pela libertação de Israel, ele começou a planejar e preparar um levante judaico contra as autoridades Britânicas. Isto começou em 1944 e aumentou de ritmo e tamanho após o fim da 2ª Guerra Mundial, continuando até 1947. Menachem Begin ordenou várias operações do Irgun, incluindo a fuga da prisão de Akko e a destruição dos escritórios administrativos da autoridade britânica no hotel King David. Após o estabelecimento do Estado de Israel, em 1948, Begin desmembrou o Irgun.

    De 1948 a 1977, ele foi o líder da oposição em Israel. Na década de 50, liderou o movimento contra a aceitação da ajuda alemã em reparo ao Holocausto Nazista.

    Em 1965, Begin fundiu o partido Herut com os Liberais para formar o Gahal, que mais tarde serviu de base para a fundação do Likud. A atmosfera de crise em 1967 levou à criação do Governo de Coalizão Nacional, que por sua vez levou Begin e outros líderes do Gahal à mesa do Gabinete. O governo de Coalizão Nacional continuou até 1970, quando Begin insistiu que se condicionasse ao presidente egípcio, Gamal Abdel Nasser, a extensão do cessar fogo no Canal de Suez ao assinar um tratado de paz reconhecendo Israel.

    Em 1977, Begin foi eleito Primeiro-Ministro. Como Premier, ele ajudou a iniciar o processo de paz com o Egito, que resultou nos Acordos de Camp David em no Tratado de Paz Israel-Egito, em 1979.

    Begin investiu os recursos nacionais no desenvolvimento das áreas pobres de Israel e buscou liberalizar a economia de Israel.

    Em 1981, Menachem Begin ordenou à Força Aérea Israelense o bombardeamento do reator nuclear de Osirak, no Iraque, onde o regime iraquiano estava desenvolvendo armas nucleares. Apesar de Israel ter sido amplamente condenado pela comunidade internacional da época, ficou claro durante a Guerra do Golfo, em 1991, que as ações de Israel tinham tido sucesso em impedir que o Iraque adquirisse armas nucleares.

    Em 1982, após repetidos atos terroristas da OLP (Organização para Libertação da Palestina), Begin lançou a operação Paz para a Galiléia para remover a ameaça terrorista da fronteira norte de Israel.

    Sua decisão de encorajar judeus etíopes a imigrar pra Israel culminou na Operação Moisés, que trouxe milhares de judeus da Etiópia para Israel no começo dos anos 80.

    Após a morte de sua esposa, Aliza, no inverno de 1982, Begin demitiu-se do cargo de Primeiro-Ministro. Ele passou o resto de sua vida em reclusão, visto em público somente em memoriais por sua esposa e nos casamentos de seus netos. Menachem Begin morreu em 9 de março de 1992 e foi enterrado no Monte das Oliveiras, em Jerusalém.

CHAZIT HANOAR

Chazit Hanoar

Porto Alegre

 PORTO ALEGRE