ZEVI HIRSCH KALISCHER (1795-1874 E.C.)

"A redenção de Israel, pela qual esperamos, não deve ser imaginada como um milagre repentino.
O Todo-Poderoso, abençoado seja seu nome não vai repentinamente descer das alturas e comandar seu povo a ir."

Kalischer

   
    O Rabino Zevi Hirsch Kalischer nasceu em Lezsno, na Prússia, em 1795. Foi um dos precursores do sionismo religioso atual, junto com o Rabino Alkalai. A crença corrente entre os rabinos da época era que o Messias chegaria e, então, fundar-se-ia um novo estado judeu em Israel. Kalischer tinha uma posição diferente.

    Em 1862, lançou um livro, Derishat Zion (A busca por Sião), no qual defendia que o momento para emancipação judaica era aquele, pois os judeus da Europa Oriental precisavam de uma pátria e os da Ocidental tinham riqueza e poder política para conseguir a criação de uma nação judaica.

    Kalischer criticava seus companheiros judeus por não apresentarem aspirações nacionalistas em meio às manifestações deste sentimento por parte da Europa, mas relacionava a preparação para a chegada do Messias com um pequeno sentimento nacional judaico. Nascido no fim do século XVIII, pôde acompanhar a Haskalá e a emancipação levada por Napoleão aos países conquistados. Via os decretos que emancipavam os judeus como um desenvolvimento do povo judeu.

    Zevi Hirsch formou a opinião de que se desenvolvia algum nacionalismo nos judeus e que isso era o primeiro passo para a redenção (vinda do Messias), que seria iniciada pelo homem e durante a qual pelo menos alguns judeus iriam para Israel.

    O rabino apoiava a imigração para Israel com o objetivo de apressar a era messiânica. E era bastante prático em suas idéias. Defendia a implantação de uma fundação econômica saudável no Ishuv (a comunidade da Palestina), que só poderia ser atingida através do desenvolvimento da agricultura em larga escala na Palestina. Também recomendava a criação de escolas agrícolas para a geração de jovens da época.

    O resultado prático de sua militância não foi grande, mas teve seu significado, pois o movimento sionista não estava ainda estruturado. Seu livro inspirou a criação de várias sociedades pró-assentamento agrícola e, para centralizá-las, o Comitê Central para Assentamento na Terra de Israel, em Berlim, foi criado em 1864. Com a ajuda da Alliance Israelite Universelle foi criada uma colônia em Israel, em 1870, mikvê Israel. Seu filho, com sua herança, comprou um pedaço de terra perto do túmulo de Raquel.

    Mais importante, no entanto, foi a criação do famoso movimento Chovevei Sion, cujas bases foram lançadas pela promoção das sociedades que seu livro inspirara.

    Kalischer morreu em Thorn, na Prússia, em 1874 (agora Torun, na Polônia¹) cidade em que vivera a maior parte de sua vida, como rabino sem cobrar salário. Publicara também muitos artigos sobre a halachá e fora um opositor ferrenho do judaísmo reformista.


    1 Parte da Prússia continua na Alemanha.

CHAZIT HANOAR

Chazit Hanoar

Porto Alegre

 PORTO ALEGRE