CHAIM WEIZMANN (1874-1952)

                                                             

        Chaim Weizmann nasceu em Motol, em 1874, na Rússia. Ele recebeu educação em bioquímica na Suíça e na Alemanha. Em Genebra, tornou-se ativista do movimento sionista. Em 1905, mudou-se para a Inglaterra, onde foi eleito membro do do Conselho Sionista Geral.

        A ajuda científica que Weizmann prestou aos Aliados na Primeira Guerra Mundial colocou-o em contato com líderes britânicos, possibilitando que ele assumisse um papel-chave na Declaração Balfour, em 2 de novembro de 1917, em que a Inglaterra se comprometia a estabelecer um lar judaico na palestina.

        Em 1918, Weizmann foi nomeado chefe da Comissão Sionista enviada à Palestina pelo governo britânico para dar conselhos em relação ao desenvolvimento futuro do país. Lá, colocou a pedra fundamental da Universidade Hebraica. Naquele mesmo ano, Weizmann encontrou-se em Ácaba com Emir Feisal, filho de Sherif Hussein de Meca, líder do movimento árabe, para discutir planos de entendimento visando a formar um estado judeu e um estado árabe independentes.

        Logo após, Weizmann liderou a delegação sionista na Conferência de Paz de Versailles e, em 1920, tornou-se presidente do Organização Sionista Mundial (WZO, em inglês). Também liderou a Agência Judaica, estabelecida em 1929.

        Na década de 30, Chaim instalou as fundações do Instituto de Pesquisa Daniel Sieff, em Rehovot, que mais tarde tornar-se-ia o Instituto Weizmann, um líder na pesquisa científica israeli. Em 1937, Weizmann fez sua casa em Rehovot.

        Chaim Weizmann foi novamente presidente da WZO de 1935 a 1946. Durante os anos que culminaram na Segunda Guerra Mundial, ele investiu seus esforços no estabelecimento da Brigada Judaica. Ele também tentou, sem sucesso, impedir a edição do Livro Branco de 1939, que praticamente anulou a imigração judaica para a Palestina.

        Depois do fim da Segunda Guerra Mundial, Weizmann foi importantíssimo na adoção do plano de partilha pelas Nações Unidas em 29 de novembro de 1947 e para que os Estados Unidos reconhecessem o estado de Israel.

        Com a declaração de independência do Estado de Israel, Weizmann foi escolhido para servir com presidente de Israel. Ele ocupou este cargo até sua morte em 1952.

CHAZIT HANOAR

Chazit Hanoar

Porto Alegre

 PORTO ALEGRE