MARC CHAGALL (1887-1985)

                                                             

        Marc Chagall nasceu em Vitebsk, Belarus, sendo o mais velho dos nove filhos de uma família hassídica. Ainda criança, ingressou em uma escola russa, onde começou a desenvolver seu talento artístico. Com o apoio da mãe, mas sem o do pai, foi, em 1907, para São Petersburgo estudar artes com Leon Bakst. Influenciado pelos pintores russos contemporâneos, as obras de Chagall retratando, predominantemente, imagens de sua infância começaram a surgir.

            De 1910 a 1914, Chagall morou em Paris, França, e, lá, teve contato com as obras de vanguarda dos cubistas, surrealistas e fauvistas. Nesse período, o artista pintou suas principais obras retratando os vilarejos judeus com outras temáticas e características que viriam a se tornar suas “marcas registradas”.  Cores fortes e claras coloriam um mundo de sonhos, com simplicidade irreal numa fusão de fantasia, religião e nostalgia. Todas essas características deram a sua obra um significado e uma imagem alegres. Animais, trabalhadores, amantes e e músicos foram algumas das personagens de suas pinturas. Embora influenciado pela pintura francesa da época, Chagall não se enquadra especificamente em nenhuma escola de arte, tendo exposto, muitas vezes, no Salon des Independants (Salão dos Independentes).

 

            Durante a Primeira Guerra Mundial, o pintor judeu viveu na Rússia, onde, em 1917, apoiou a Revolução Bolchevique, sendo, com o fim da Revolução, escolhido como diretor da recém fundada Academia Livre de Arte. Entretanto, a pintura de Chagall foi considerada moderna demais pelos bolcheviques, o que fez com que ele, em 1922, voltasse para a França. Exceto entre 1941 e 1948, quando morou nos Estados Unidos para fugir da Guerra, Chagall ficou morando na França. O horror por ele sentido frente ao extermínio e crueldade nazistas foi expresso em algumas de suas obras.

 

            O judaísmo está presente de forma constante na obra de Chagall. O artista deixou diversas obras mostrando a comunidade judaica e também várias pinturas com imagens da Bíblia. Pintou também influenciado por obras literárias de Gogol, La Fontaine e outros.

 

            Chagall pintou com os mais variados estilos e os mais variados materiais. Também trabalhou com outras formas de arte, como, por exemplo, cerâmica. Chagall tem obras espalhadas por todo mundo, mas algumas estão expostas em lugares deveras especiais. Tem pinturas suas no teto da Opera House de Paris, no Metropolitan Opera de Nova Iorque, no prédio das Nações Unidas e, inclusive, no Vaticano. Em 1931, visitou Israel pela primeira vez para a inauguração do Museu de Arte de Tel Aviv, que recebeu parte de sua obra. O Knesset, em Jerusalém, também tem paredes pintadas por Chagall.

           

            Chagall recebeu diversos prêmios e grande reconhecimento por seu trabalho. Provavelmente, a maior prova desse reconhecimento seja a exposição de sua obra no Louvre, honra que poucos artistas tiveram em vida. 

            Para ver algumas obras de Chagall: http://www.postershop-espana.com/Chagall-Marc-k.html