A 2ª ALIÁ (1904-1914)

    À depressão causada pela estagnação dos primeiros povoados, pelas controvérsias na Organização Sionista a respeito do Plano de Uganda e pela morte de Herzl em 1904 seguiu-se um novo surto de fervor pioneiro, que deu origem à 2ª Aliá. O primeiro ímpeto desta nova onda foi causado pelos pogroms de Kishinev, em 1903, e por outros, dois anos depois.

    A 2ª Aliá consistiu de jovens - rapazes e moças, principalmente da Rússia, muitos dos quais imbuídos de idéias socialistas. Estes jovens eram guiados não somente por uma ideologia nacional mais consciente e consistente, como também pelo ideal de lançar as fundações de uma comunidade de trabalhadores em Eretz Israel.

    Os jovens pioneiros da 2ª Aliá trabalhavam geralmente como assalariados nas moshavot ou nas cidades. Eles estabeleceram os primeiros partidos trabalhistas judeus: Poalei Tzion, baseado na filosofia de Ber Borochov e Hapoel Hatzair, que era influenciado pela filosofia de A.D. Gordon. Entre os líderes dos partidos trabalhistas citam-se Iossef Vitkin, Iossef Sprinzak, Itzchak Ben Zvi, David Ben Gurion e Itzchak Tabenkin. A fundação de Degânia, a primeira kvutzá (kibutz) foi também fruto da iniciativa destes pioneiros. Em 1909 eles lançaram a pedra fundamental da primeira cidade totalmente judia - Tel Aviv. Os pioneiros da 2ª Aliá foram também os iniciadores da auto-defesa judaica, estabelecendo a organização de guarda Hashomer. Eles introduziram o hebraico em todas as esferas da vida e iniciaram a literatura e a imprensa hebraicas.

    Este fluxo, que trouxe ao país 40.000 olim, foi interrompido pelo início da 1ª Guerra Mundial.  

CHAZIT HANOAR

Chazit Hanoar

Porto Alegre

 PORTO ALEGRE